United Week #5: 5 fatos sobre séries para iniciantes


Oi, amigos, como estão? Espero que estejam bem =)

E eis que passamos do sexto dia da United Week, e eu cheguei ao meu primeiro furo falha com o projeto, já que não teve post no dia certo. Sorry. Porém, no último post vou explicar um pouco do que aconteceu, e espero que vcs me perdoem <3 Por isso hoje vai ter post duplo: esse primeiro, com a temática Filmes/TV, e outro com o sexto tema, Resenha.

Como eu sou péssima pra falar sobre filmes e não entendo droga nenhuma de cinema, críticas, que diretor é o tal, e não sou nem um pouco chegada em TV, fazer esse post foi um tanto desafiador, mais que qualquer outro desse projeto, mesmo aqueles para os quais precisei fazer bastante pesquisa. De qualquer forma, esse nível de dificuldade é bom pro crescimento de qualquer blogger que se preze, e aproveitando que o assunto TV abarca o universo das séries, acho que consigo fazer um post sem fugir da proposta (ainda que dessa vez não tenha como fugir do óbvio).

De acordo com esse post do Vamos Pra Vênus, quando vc adentra esse mundo fantástico das séries, existem alguns fatos que é bom vc considerar pra ser um seriador saudável. Eu me vi naquele post, e até poderia acrescentar algumas coisas sobre esse tema, que é fonte inesgotável de debates, estudos e polêmica (ou não).

Sendo assim, caso vc, como eu, seja um habitante relativamente novo do mundo das séries, há pelo menos 5 coisas que vc deve saber logo de início.


1- Sempre, SEMPRE, vai ter uma pessoa pra dizer que assiste mais séries do que vc.

Essa foi logo a primeira coisa que a Juh explicou no post dela, e é realmente a primeira coisa que vc precisa entender pra não estragar seus primeiros meses como seriador achando que é um fracasso como tal: por mais que vc aumente sua lista de séries e faça todo esforço do mundo pra assistir o máximo de temporadas possível em cada período livre que surja, sempre, SEMPRE, vai ter um sujeitinho que vai desafiar as leis da Física e dizer que assistiu mais. Onde ele arranja tempo pra isso, é um mistério que os cientistas mais empenhados não conseguiriam resolver, a não ser que a gente admita que essas pessoas vivem numa bolha temporal diferente da nossa ou tem passe livre pra alguma que só elas conheçam.

Então, meu amigo, se algum imbecil maluco por séries quiser te jogar nessa coisa de competir pra ver quem é o melhor seriador, esqueça, hein? ESQUEÇA. A gente não assiste série pra competir, e sim pra se divertir, pra aprender, se emocionar e (quem sabe) se apaixonar. O dia que ver série for realmente motivo pra competição, eu largo tudo e vou pras montanhas. Se bem que eu já vivo nas montanhas, então deixa pra lá.


Primeiro advice do amor: diga NÃO à competição. Obrigada, de nada, meninas.

2- Vc nunca, NUNCA, vai conseguir ter o calendário perfeito. Aceite isso.

Outra coisa que vc precisa entender pra evitar ficar decepcionado consigo mesmo: ter o calendário perfeito, com as temporadas todas em dia, é o sonho impossível de todo seriador normal.

Sempre vai ter aquela temporada que vc vai enrolar pra terminar até não poder mais. Vai ter aquela série que vc vai abandonar por N motivos e não vai voltar a ver nunca mais, bem como aquela que vc vai acabar parando de ver, mas vai manter na sua listinha pensando que talvez um dia se reconecte com ela. Verdade, o tanto de série que eu tenho nessa categoria ultrapassa o número de séries que eu acompanho regularmente. Ah, claro, também vai ter aquela série com a qual vc vai ter um relacionamento cheio de idas e vindas: essa semana vê, semana que vem não, e depois o ciclo se repete e vc nem sabe se um dia vai terminar de ver.

Também vão aparecer cada vez mais séries interessantes por essa ou aquela razão que vc vai ler uma resenha e dizer pra si mesmo “Ah, tenho que ver!”, mas ou nunca vai ver ou só vai ver depois de 5 anos por conta de todas as outras séries que vc começou a ver mas ainda não terminou. E como não bastasse, ainda tem que lidar com a paixão por uma ou duas séries em especial que te ~obrigam~ a rever 1500 vezes o mesmo episódio/temporada quando vc devia tá aproveitando o pouco tempo livre pra ver coisas novas.


Esse conceito sobre si mesmo é muito comum quando vc ainda está se acostumando ao fato de que o calendário de séries perfeito não passa de ilusão.

3 - Os crushs em personagens vão te deixar mais seletivo em sentido amoroso do que vc achava ser possível.

Sim, quando vc começa a perceber mudanças nesse aspecto da sua vida, não existe “Mas é só um personagem” que te convença do contrário. Pq não, não é só um personagem. Caso alguém aqui ainda não saiba, aquilo que vc admira em outra pessoa revela mais sobre vc do que vc gostaria, e o mesmo se dá quando a pessoa em questão é um personagem de série.

Pode ser o herói, o vilão, o protagonista ou o coadjuvante, ou quem sabe o carinha que fez uma participação especial nos primeiros cinco minutos do episódio 1 da temporada 3 que saiu lá em 2011, vc não tem como saber quem vai ser seu próximo crush, e talvez leve algum tempo até vc entender a razão da escolha (se é que um dia vc vai entender). Pode ser pela aparência, pelo intelecto, pela personalidade ou o ascendente no caso de quem acredita em signos, ou quem sabe pode ser por que vc já tinha uma queda pelo intérprete desde outros carnavais outros papéis, ou pela simples razão de ser (seja lá o que isso queira dizer).

O fato é que vc nunca mais vai olhar para os seus possíveis interesses amorosos da mesma maneira. Quando vc adentra o mundo das séries, vc conhece tanto personagem interessante, com qualidades tão admiráveis (ou nem tanto, isso depende do teu gosto), que vc percebe que foi ficando mais seletivo quanto ao que procura nas pessoas.

Vale lembrar: a regra se aplica a amizades, também.


Nome: David Anders. Função: ser o meu crush desde OUAT. Razão: desconhecida.

4- Vc nunca vai ficar sem assunto pra tratar no blog, caso tenha um.

Caso vc não tenha um blog ou canal, esse item pode não parecer muito útil, mas eu tenho que falar que um dos maiores dilemas dos produtores de conteúdo é o bloqueio criativo. Droga, sobre o que eu vou falar agora? Já esgotei tudo quanto é assunto que se possa imaginar. A solução? Fale sobre o que vc tá assistindo. Inventa uma fic. Faz uma lista dos teus personagens favoritos, ou dos mais odiados. Faz uma dissecação da carreira do teu ator/atriz preferido (a). Aproveita, pq quando se trata de séries, as ideias pra criação de conteúdo vão longe.

Mesmo que vc não assista tantas séries assim, a verdade é que nunca, nunca vai faltar o que escrever sobre elas, e pelo menos por uns tempos, teu blog/canal estará salvo <3


Sim, é verdade, é simples, é elementar, meu caro Watson.

5- Em hipótese alguma, vc se sentirá sozinho, ainda que a tua série do coração seja desconhecida pro resto do mundo.

Sim, é verdade que em algum período da sua vida seu lado seriador vai competir com a vida social e vc vai perceber que ele é um poderoso adversário, no entanto, depois que vc começar a ver séries, vc nunca mais vai se sentir sozinho.

Primeiro, no caso de a sua série do coração ser extremamente popular: não vão faltar grupos e comunidades nas redes sociais pra vc discutir, brincar, debater e fazer as referências mais estratégicas sobre a tua série amada, e apesar dos trolls que vomitam spoilers e tretas selvagens, os fandoms são sim muito legais, pq a coisa mais lindinha é a gente ver um grupo de pessoas reunidas por uma paixão em comum!

Segundo, no caso de a sua série ser praticamente desconhecida: seus personagens favoritos não vão te deixar sozinho. Coisa mais legal é vc voltar pra casa depois de um dia cheio (ou não) e encontrá-los lá, esperando por vc nos seus arquivos de vídeo ou serviço de streaming.

E um bônus: série desconhecida = conteúdo original pro teu bloguito <3

E esses são 5 advices do amor pra quem tá começando agora nesse mundo fantástico que é o das séries! Espero que tenham gostado, e me contem se por acaso se identificaram com alguma coisa, se discordam de algo ou se acrescentariam mais fatos!



Um beijo e até o penúltimo post do UW! =)





Comentários

  1. Eu diminui muito o tempo de assistir séries e tenho me dado mais ao blog mas é fato, assim como com os livros, nunca viverei o suficiente pra ler/assistir tudo o que quero D:
    A Bela, não a Fera | Youtube A Bela, não a Fera | Fã Page no Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é, por isso que o lado seriador é um adversário cruel dos nossos outros lados hahaha
      Um beijo!

      Excluir

Postar um comentário

Essa é a box de comentários do A L L M I N E !

Allons-Y pra quem tem algo legal pra falar e não quer saber de disqus ou verificação de palavras! A box é do próprio Blogger, mas tá liberada pra todo mundo! Também, quem leu com atenção e tem alguma ressalva, elogio, experiência bacana pra contar e qualquer outra coisa que acrescente ao assunto do post ou tem alguma dúvida sobre o que foi falado, pois eu modero e respondo todos os comentários. Pra saber quando seu comentário foi aprovado, marque a opção “Notifique-me”!

Agora, Bye Bye Beautiful pra vc que só aparece pra jogar link e sair correndo, vem spamar, sai por aí carimbando “Amei!” e “Adorei!” mas não diz nada que acrescente ao post, é a (o) louca (o) do “Segui, segue de volta?” ou é troll e vem aqui ofender, vomitar preconceitos e perturbar os outros leitores com suas artes malignas. Volte para a sombra!

Leram essa semana