Blogagem coletiva: Personagens que poderi... QUE SÃO meus amigos


Oi, amigos, como estão? Espero que estejam bem =)

Eu já tava morrendo de saudade de criar posts pras blogagens dos grupos, de um jeito que vcs não tem ideia. Além dos posts sobre música e de opinião, esses são os meus preferidos. E pra voltar com a rotina de projetos (e compensar o fato de eu não ter participado tanto quanto gostaria no mês passado), a primeira BC de Julho é do United Blogs, e o assunto que eu escolhi foram os personagens que poderiam ser são meus amigos <3

Como esse é o primeiro post com o mesmo assunto que eu vou liberar no mês, resolvi dividir os dois desse jeito: nesse aqui eu vou falar sobre personagens masculinos, e no próximo (que é do Blogs Up) farei a lista dos personagens femininos, pra fazer as coisas de um jeito justo e organizado.

Primeiro de tudo, os meus personagens mais amados são na maioria das vezes retirados de livros, pois a Literatura me conecta com eles de um jeito que nem mesmo as séries e os filmes conseguem. Segundo, não esperem coisa fofa escolhas clichê na minha lista. Ou pelo menos coisas não tão clichês, enfim...

Cena do filme Goethe!, que eu não achei em lugar nenhum pra ver =/

Werther, do livro Os Sofrimentos do Jovem Werther (1774)

Eu gosto de ler desde que eu me conheço por gente, mas não me lembro de ter tido uma paixão tão forte por um personagem antes de conhecer o protagonista desse livro, que é um dos mais conhecidos do alemão Goethe. O Werther é aquele tipo de gênio erudito meio poeta desinquieto que teve a infelicidade de se apaixonar por uma garota comprometida, o que no fim das contas o levou pra um estado mental e emocional extremamente mórbido e depois pro suicídio. A história foi inspirada por um episódio real da vida do autor, mas em vez da morte ele escolheu a escrita, e logo depois da publicação o livro virou modinha se tornou popular em vários cantos do continente, levando até algumas pessoas ao suicídio (teve gente que achou que o Werther existiu de verdade e levou a coisa muito a sério).

Eu conheci o Werther quando tinha uns 15, 16 anos, e acho que já falei aqui que a história dele foi um divisor de águas pra mim, tanto que hoje eu costumo pensar na minha adolescência como “antes” e “depois” dele. Mas eu sempre achei que o que aconteceu nesse caso foi uma daquelas situações tipo “a pessoa certa no lugar certo”, pq o perfil desse personagem é o precursor do herói ultrarromântico do século seguinte, e eu o conheci poucos meses antes de estudar a segunda fase do Romantismo no Ensino Médio, que até hoje é a escola literária com a qual eu tenho maior afinidade. Isso tudo aconteceu quando eu tava naquela idade caótica onde vc passa a sentir as coisas com maior intensidade e começa a perder o medo de levantar a mão e questionar quando tá todo mundo olhando pra vc (eu acho). Eu tinha entrado aí um tanto perdida, pq eu me sentia afetada por tudo o que me cercava e não sabia ao certo o melhor modo de expressar as minhas opiniões, desopiniões, neuras e desneuras, e as cartas do Werther meio que foram colocando as palavras na minha boca. Eu posso dizer que aprendi a poetar e argumentar com ele. Além do que, ele é do tipo de pessoa que com bom conhecimento e interesse, consegue falar apaixonadamente sobre qualquer assunto (desde Política até comportamento), e lá do meu jeito eu tentava (e ainda tento) adicionar um pouco desse brilhantismo quando sou compelida a falar em público. Pra mim, ele seria o que eu chamo de o professor perfeito.

O Werther é o meu melhor amigo literário desde então.


Victor Frankenstein do livro Frankenstein (1818)

Primeiro de tudo, quem não leu o livro e só conhece a história de ouvir falar na verdade não conhece nem a metade dela. Mas eu não quero que vc pule esse item se esse for o seu caso, pq essa é a minha parte favorita do post!

Sabe aquele personagem que vc simplesmente não consegue não amar, que vc ama forte, mas tão forte, que chega a ter ciúme? Aquele personagem que vc ama sabendo que é um crush altamente questionável? Que num capítulo vc quer abraçar, e no próximo vc quer estapear pra ver se ele acorda pra vida? Pois esse é o Victor.

Eu trouxe ele pra essa lista pq ele é tão humano quanto eu e vc. Assim como a criatura que ele montou (que na verdade nunca recebeu um nome, dona Mary Shelley mandou avisar), ele é aquele personagem cheio de ~partes~ controversas, que vc nunca esperaria encontrar no mesmo lugar. Às vezes o Victor parece um sujeito extremamente encantador, e vc não tem motivo pra duvidar da inteligência dele, o tipo de pessoa que faz falta na tua vida, que vc nunca se cansa da companhia e que quanto mais fala mais vc quer ouvir. Mas em outras vezes ele consegue ser um completo babaca. Só que eu acredito que essa penca de contradições é uma característica humana, enquanto que normalidade no mais alto grau chega a ser uma coisa monstruosa. Eu mesma tenho traços na personalidade que não se encaixam muito bem e eu amo essa heterogeneidade, essa alternatividade.

Uma das coisas que eu mais amo a meu respeito é a vontade de aprender, e isso é uma coisa que o Victor sempre teve de sobra. Além do que, por ter sido criado perto dos Alpes, a solidão e o isolamento nunca foram problema pra ele. Muito pelo contrário: ajudaram a fortalecer essa inclinação pro conhecimento e pra reflexão. Hoje, pensando no meu próprio caso, eu creio que tenho motivos parecidos pra ser o que eu sou agora, com a diferença que eu cresci num litoral e não nas montanhas.

Pois é, motivo não falta pro meu caso de amor com esse personagem.

Dois Sherlocks pq sim u.u

Sherlock Holmes (1887 em revistas - até hoje em filmes e na TV)

Eu sou do tipo de pessoa que já desistiu de tentar entender a razão de certos costumes que a maioria tem, bem como pq muita gente ainda insiste em encher a cabeça com lixo conteúdo inútil. Isso por si só fez (e ainda faz) com que eu considere o Sherlock um dos meus companheiros literários mais próximos. Ok, se vc leu alguma coisa do Arthur Conan Doyle, então sabe que o detetive é o cara errado pra uma amizade mediana: imprevisível, atrevido e um filho da mãe nos melhores dias (nem tente imaginar como ele é nos piores). Mas quando vc vive num mundo cheio de gente imbecil, um sujeito imprevisível, atrevido e filho da mãe que seja inteligente, racional, diligente e perspicaz não soa como uma má ideia.

Se assim como eu, vc é alguém que precisa ter no teu círculo uma pessoa com quem vc se sinta seguro pra ser 100% vc mesmo sem encarar aqueles olhares estranhos de julgamento ou que ache totalmente aceitável faltar na festa do amiguinho simplesmente pq não quer ir, então já vai conseguir entender pq eu gosto tanto do Sherlock. Ele é aquela pessoa que não tá nem aí pra etiqueta, não perde tempo com bobagem e não faz o trouxa. Uma tendência que a gente compartilha é a de que quando a  gente fica sabendo de algo novo, a primeira coisa que tentamos descobrir é se aquilo tem relevância pra gente e não o que o vizinho vai pensar.

No mais, ele é aquele amigo com quem eu teria chance de aumentar meu conhecimento numa conversa de cinco minutos, que me ajudaria a colocar os pensamentos em ordem naquelas situações que tudo o que vc pensa é what the hell is going on, que compartilharia do meu desconforto caso caíssemos numa rodinha cheia de gente que rebaixa o Q.I. da rua inteira  e que entenderia perfeitamente que eu tenho aqueles dias (não, não aqueles) em que a única coisa que eu quero é ficar na cama sem ver notificação do wpp nem a cara de ninguém (se bem que naqueles é a mesma coisa).


O Doutor (Doctor Who, 1963 – presente)

Se o mundo parece desabar (e realmente parece, então vamos partir daí), nós sozinhos não teríamos como garantir que os nossos colegas humanos são os únicos a espalharem o caos, então ter um alienígena como amigo é uma vantagem e tanto. O Doutor (ou Doctor, com pronúncia britânica se vc preferir) é um Time Lord com mais de 900 anos que já passou por tudo quanto é planeta, galáxia, inferno, beco e avenida possível nesse Universo de meu Deus (e por um paralelo quando ele teve a chance), por isso o cérebro dele é uma biblioteca mais completa que qualquer uma fundada por terráqueos, com conhecimentos que variam desde Tecnologia anos-luz à nossa frente até o idioma dos bebês. E mesmo assim ele tá sempre por aqui entre os humanos, escolhendo companions pra viajar por aí.



Eu sempre amei aprender, perder a noção de tempo lendo sobre alguma coisa fora do comum (especialmente se tivesse relação com História Geral ou alguma curiosidade sobre civilizações estranhas), não resisto a coisinhas alternativas/nerds/diferentonas e apesar de não ter viajado tanto quanto gostaria (ou talvez eu tenha e ache pouco, não sei) acho muito atraente a ideia de sair por lugares distantes, totalmente opostos ao ambiente onde eu cresci, com pessoas inseridas em culturas que são praticamente um mundinho paralelo dentro da Terra e onde ninguém saiba quem eu sou. E quando eu acompanho os episódios, é exatamente esse meu lado que as histórias despertam.

Além disso, eu amo E preciso ter por perto pessoas experientes e tolerantes, pq eu já morei numa quantidade razoável de endereços pra perceber que em todo lugar onde vou, o modo como eu falo/me visto/me comporto é sempre considerado peculiar em maior ou menor grau, e mesmo gostando dessa distinção até uma criança peculiar precisa descansar e se sentir em casa na companhia de alguém. E quem é fã da série pode entender que só gente como o Doutor, que já viu de tudo e mais um pouco, me deixa à vontade pra eu ser eu por inteiro.


E essa é a minha participação na blogagem de Julho <3 É claro que eu não coloquei todos os meus personagens-amigos aqui, e até que não foi tão difícil escolher os mais próximos. Nesse post, também, eu me limitei aos personagens masculinos, mas aguardem o próximo que será com as ~migas~


Um beijo e até lá! =)



Comentários

  1. Bom, a primeira coisa que me chamou a atenção nesse post foi a primeira imagem, confesso que nem li o título direito antes de começar a ler. Hahah
    A pesar de não conhecer esse Werther, as suas outras escolhas deixaram bem claro pra mim que eu estou perdendo tempo e que eu preciso dar um jeito de ler esse livro. E logo.
    Até sorri quando vi o Matt ali... Mas como não? <3

    Jovem Demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Ana! Às vezes isso acontece comigo também, e qd vou ver tô fuçando em tudo quanto é post do blog alheio haha Eu conheci o Werther meio que por sorte, pois ganhei o livro de presente, mas se vc tiver a chance de conhecer ele, agarra, hein? E nem tem como não sorrir com esses GIFs do Matt, realmente hahaha Um beijo!

      Excluir
  2. Embora não tenha lido os livros e não conheça os personagens achei seu post muito interessante e diferenciado pois abordou de uma forma que ainda não tinha visto. Super completo! E aguça a curiosidade para conhecer os livros dos personagens que se referiu. Bom e ainda dividir em personagens masculinos e femininos, o menina inteligente.Parabéns! bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa era mesmo a intenção Ciana! E acho que a ideia de dividir entre os masculinos e os femininos nem foi minha, sabe? haha Um beijo!

      Excluir
  3. Nunca ouvi falar de nenhum desses kkk
    Bem interessante suas escolhas. Se eu tivesse que escolher um personagem masculino que é meu amigo seria o Will de Como eu era antes de você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moça, ce nunca ouviu falar nem do Sherlock? haha Mas que bom que vc curtiu! Um beijo!

      Excluir
  4. Que post mais legal hehe ^_^ é bom ver que não sou só eu que tenho amigos assim! A maioria dos meus são literários, e o meu melhor MELHOR amigo se chama Morfeu e vem de um dos meus livros favoritos!

    Adorei saber quais são os seus. Já conhecia alguns, outro ainda não :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, Luh, vc não tá sozinha nisso, a maior parte dos meus amigos estão nos livros também! Alguns deles não são mesmo muito conhecidos, mas outros são icônicos já hahaha
      Um beijo!

      Excluir
  5. Que escolhas diferentes :o AMEI! Confesso que conheço apenas o Sherlock Holmes, Doctor Who e o Victor Frankenstein... Fiquei curiosa com o Werther! Adorei suas escolhas <3
    Nuvem de Novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabela, vc conhece praticamente todos, então! haha O Werther, na verdade, é o menos famoso desses quatro, mas é o mais antigo e vale a pena ler o livro! Um beijo!

      Excluir
  6. Confesso que não conhecia todos os personagens haha mas super amei!! Se eu tivesse que escolher um dos seus, ficaria em dúvida entre "O doutor" e o Sherlock Holmes ❤❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas obrigar a gente a escolher entre o Doutor e o Sherlock é muita safadagem, sabe?Simplesmente não dá! kkkkk Mas que bom que vc gostou da minha turminha kkkk Um beijo!

      Excluir
  7. Oi! Eu não conheço quase nenhum da sua seleção de amigos, mas você fala tão bem deles, com taaaaanto carinho que eu confesso ter ficado muito curiosa para conhecê-los! Eu já assisti o fime do Victor, mas não li o livro :( e gostei muuuito do filme, imagino que o livro seja 10x melhor, não é mesmo?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Daniele, dos amigos a gente tem que falar assim, né? *-* Mas qual filme vc viu, o do James e do Daniel Radcliffe? Ali eles meio que hipsterizaram o Victor, mas eu também sou apaixonada por aquele filme! Mas com certeza o livro é melhor!
      um beijo!

      Excluir
  8. Já tinha visto outro post com esse tema e amei a ideia de trazer os personagens para a nossa realidade. Fico imaginando mesmo como seria. Adorei os seus amigos!! Hehe
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, imagina só que caos seria pegar todos eles e jogar na mesma sala! hahaha Fico feliz que vc tenha gostado deles!!
      um beijo!

      Excluir
  9. O meu melhor amigo seria Sherlock! <3
    Ele é exatamente do jeito que você descreveu.
    Agora estou com a oportunidade de reler os contos dele e, a cada página, me apaixono ainda mais pelo seu jeito e caráter! <3 haha
    Beijão!

    www.plataformaviajante.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já li e reli várias histórias do Sherlock e nunca me canso dele, e sabe que em algumas ocasiões as pessoas é que pedem pra levar um fora? rs Ele pode ter seus defeitos, mas é um personagem apaixonante, mesmo! Um beijo!

      Excluir
  10. Que legal que eles já SÃO seus amigos, hehe. Mesmo fictícios eles nos ensinam muita coisa e permanecem na nossa vida. Confesso que não conheço nenhum dos que você descreveu, só ouvi falar, mas é evidente que eles são muito importantes pra você. O livro Frankestein li parcialmente num livro de inglês que eu tinha, agora eu tenho a certeza de que ela é mais incrível do que parece! Beijo

    Juhlihipy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim! Eu os conheço faz alguns anos, então eles são bem próximos do que a gente costuma chamar de amigos, o único problema é que não são de carne e osso :P Eles são importantes pra mim pq possuem qualidades que eu aprecio nas pessoas que desejo como amigas! Mas termine de ler Frankenstein, ou de preferência procure uma edição em português, que aí pode ser que vc se sinta mais próxima do personagem!
      Um beijo!!!

      Excluir
  11. Oie, tudo bem? Quando esse tema foi lançado eu achei super criativo afinal sou a viciada em séries. Em alguns momentos chego a confundir as falas de alguns personagens de tanto episódio que acompanho rs Gostei muito das suas escolhas, mas o Holmes que eu prefiro é aquele que faz a série Elementary do Universal Chanel. Não consigo ver outros além dele rs Eu escolheria o Patrick da série The Mentalist na minha lista <3 Beijos, Érika ^-^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Érika! Esse tema é de longe um dos melhores que já apareceram nas BCs! Confundir as falas nunca aconteceu comigo, mas distorcer sempre acontece hahaha Agora a pouco baixei a primeira temporada de Elementary pq fiquei curiosa devido à opinião de duas amigas minhas, além do que tem uma mulher num papel importante, mas eu tô muito acostumada com o Benedict como Sherlock :P
      Um beijo!!

      Excluir
  12. Não conhecia nenhum desses personagens hahahah! Mas vou procurar saber mais!
    Beijos,
    www.hitsdomomento.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure sim, Clara! Meus amigos são demais XD Um beijos!

      Excluir
  13. Adorei o post, confesso que só conheço o Sherlock os outros só conhecia de nome, até ler um pouquinho aqui!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Sherlock é mesmo o mais famoso, Carolina! Mas os outros merecem igual reconhecimento, então se tiver a chance de conhecê-los melhor, aproveite! ;) Um beijo!

      Excluir
  14. O único personagem que conheço daí é o Sherlock, mas amei a idéia de escolher personagens que poderiam ser nossos amigos.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De todos eles, o Sherlock deve ser mesmo o mais famosinho kkkk A proposta dessa blogagem foi mesmo maravilhosa! Um beijo!

      Excluir

Postar um comentário

Essa é a box de comentários do A L L M I N E !

Allons-Y pra quem tem algo legal pra falar e não quer saber de disqus ou verificação de palavras! A box é do próprio Blogger, mas tá liberada pra todo mundo! Também, quem leu com atenção e tem alguma ressalva, elogio, experiência bacana pra contar e qualquer outra coisa que acrescente ao assunto do post ou tem alguma dúvida sobre o que foi falado, pois eu modero e respondo todos os comentários. Pra saber quando seu comentário foi aprovado, marque a opção “Notifique-me”!

Agora, Bye Bye Beautiful pra vc que só aparece pra jogar link e sair correndo, vem spamar, sai por aí carimbando “Amei!” e “Adorei!” mas não diz nada que acrescente ao post, é a (o) louca (o) do “Segui, segue de volta?” ou é troll e vem aqui ofender, vomitar preconceitos e perturbar os outros leitores com suas artes malignas. Volte para a sombra!

Leram essa semana