Favoritos de fevereiro + blogagem coletiva (atrasada): Livros que mudaram a minha vida





Oi, amigos, como estão? Espero que estejam bem =)

Espero que estejam muito bem, pq hj minha tarefa é complicada: escrever o post mais constrangedor até agora na história do blog. I'm a drama queen and I know it.

Fevereiro levou uma eternidade pra acabar e ainda assim tenho a impressão de que não deu tempo de fazer absolutamente N A D A. Como pode? Não consegui colocar os favoritos do mês nem a última parte da blogagem coletiva do Blogs Up, shame on me. Só espero que em março não passe pela mesma situação e consiga me programar melhor. Só espero.







Aqui vão alguns dos links que achei (na verdade tem um sem número de links interessantes na pasta do navegador, mas não vai dar pra compartilhar tudo aqui, sorry).

Quem é fã do Tim Burton não podia estar mais feliz com a chegada de 2016: é exposição, foi a visita dele pra abertura, etc. Mas outra coisa legal foi também a confirmação de que será ele o diretor de Beetlejuice 2. Infelizmente, não existe muita informação sobre o filme, mas isso já é muito bom de saber.

Eu nunca escondi de ninguém o quanto eu amo Vincent Van Gogh. E em fevereiro o Estadão publicou uma matéria sobre um filme biográfico que será o primeiro da história a usar telas como base (mas com atores reais também). O resultado são cenas de pinturas vivas. Dá uma olhada no trailer e entenda melhor como funciona.

Uma notícia maravilhosa do mundo animal: os linces ibéricos, uns felinos belíssimos que quase foram extintos, aumentaram em número no período que ficaram em cativeiro e agora já podem voltar à natureza. It made my day.

Se vc é amante de séries e não troca a versão legendada por nada assim como eu, vai amar essa matéria do Elástica que conta um pouco sobre as equipes de tradução  que legendam as séries que vc assiste pela internet ou baixa por torrent. Porque nem todo herói usa capa, realmente.

O Clube da Luta é um dos melhores livros que já li e o filme não fica atrás (meu amigo fez o favor de me emprestar o DVD na época do meu crush com o Edward Norton, então já viu), e eis que eu encontro no Obvious uma resenha excelente sobre essa obra que aborda consumismo, psicologia, sociedade, entre tantas outras coisas.

O blog Disse o Corvo participou da blogagm coletiva das músicas antigas antes que o All Mine, e o post ficou simplesmente incrível. Ver aquela lista foi como retornar à adolescência e relembrar o quanto a música foi importante naquele período de trevas. (se vc não viu o meu post com esse tema, clica aqui).









A segunda parte do post é dedicada ao último tema da BC que me propus abordar: Livros que mudaram a minha vida.

Todo mundo sabe que livros nos moldam direta ou indiretamente, desde os primeiros livros didáticos na escola (o meu primeiro favorito foi o primeiro desse tipo que recebemos na primeira série, que saudade dele), e dependendo da fase/humor podemos escolher esse ou aquele como nosso favorito. Mas falar sobre os livros que mudaram a nossa vida não é simplesmente criar uma lista daqueles que mais gostamos de ler. É falar sobre os que nos transformaram, seja lá em qual sentido: mental, emocional, social, espiritual. Existe livro pra tudo, mesmo, e aqui vou falar sobre 3 dos que foram mais importantes na minha vida com respeito à espiritualidade, ao comportamento e ao aspecto emocional.


Espiritual – A Bíblia

Mas por que a Bíblia? Bom, eu não costumo falar sobre religião aqui porque não é a temática do blog, mas eu sou uma pessoa que acredita e valoriza o lado espiritual da vida (às vezes eu brinco falando que “nem todo mundo tem uma aura violeta” rs). E foi com esse livro que aprendi a importância disso, bem como o fato de que o amor, o respeito ao próximo, a sabedoria e coisas tão essenciais quanto precisam ser cultivadas se quisermos ter uma boa relação com nós mesmos, com nossos semelhantes (e diferentes também!) e com Deus (pra quem acredita). Mas será que vc pode aprender essas coisas sem religião, em outro lugar que não seja num livro sagrado? Pode sim, mas no meu caso foi aqui que eu aprendi, por isso a Bíblia tá na lista. Mas e os Trumps da vida, onde aprendem a fazer o que fazem? Em qq lugar, menos nesse livro. De qq forma, eu não tenho nada a ver com isso.


Comportamental – Quiet (Susan Cain) (O Poder dos Quietos, no Brasil)

Confesso que no começo torci o nariz pra ele achando que era só mais um livro de autoajuda que entrou na lista do NY Times. Mas não. Depois de uma década de muita pesquisa e estudo, a autora percebeu que não estava sozinha e que a impressão de ser diferente não era só impressão: o que hj a gente chama de introversão é um temperamento completo, não só um traço de personalidade. É aquilo que vai dirigir todo o seu comportamento e suas relações com outras pessoas.

Eu particularmente nunca achei que houvesse algo errado comigo, pelo menos não no sentido clássico de errado, mas sempre soube que era diferentona e acabei abraçando isso de certa forma. No entanto, foi só depois de ler esse livro que eu entendi o motivo pelo qual aqueles conselhos clássicos dados aos tímidos não serviam no meu caso: as pessoas costumam dizer que os tímidos precisam aprender a construir uma “ponte” de comunicação com as outras pessoas, mas um introvertido não sente essa necessidade, pois a “ponte” no caso dele já está construída, no entanto as nossas “pontes” são feitas de um “material” distinto daquele usado pelos extrovertidos. Se vc quiser repensar o modo como funcionam as relações interpessoais e por quê seu amigo quieto insiste em ficar em casa lendo sexta à noite, eu recomendo esse livro.


Emocional – Os Sofrimentos do Jovem Werther (Goethe)

Os 15-16 anos foram os mais complicados da minha adolescência (eu havia me mudado pra um lugar que eu odiava, precisava aprender a me adaptar ao ensino Médio, etc.), e por consequência foi o período mais sensível da minha vida, o que me deixou suscetível aos arrebatamentos típicos do período romântico da Literatura. Esse, que é um dos livros mais conhecidos de Goethe, é tido como o precursor do Romantismo alemão e eu o considero um divisor de águas na minha juventude: é como se só depois dele eu começasse a dar a devida importância ao autoconhecimento e a parar de negar o valor das emoções. Vc que já passou dessa idade deve se lembrar de que o fim da adolescência é um período de catarse, como um amigo me falou uma vez. Se antes dessa fase (odeio essa palavra) vc estava aprendendo a entender a si próprio, aqui vc começa a entender a sua posição no mundo, bem como os meios pelos quais ele funciona (ou não). Foi exatamente nesse período que conheci o livro (presente da amiga Luanna), e desde então foram pelo menos três leituras de capa a capa sem qualquer arrependimento.


Bom, eu queria poder falar muito mais sobre esses livros, mas a extensão do post já tá passando dos limites toleráveis, então aqui eu me despeço...

Espero que tenham gostado e queria também saber quais os livros mais importantes da vida de vcs e por quê ^^


Um beijo e até o próximo post! =)



Comentários

  1. Quando penso que já li vários livros... eu vejo uma lista com títulos que até então não conhecia. Adorei o resumo de cada um deles, fiquei muito interessada pelo último "Os Sofrimentos do Jovem Werther", vou procurá-lo para ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. moça, vc nunca ouviu falar da Bíblia? hahaha Mas brincadeiras à parte, eu recomendo muito cada um desses. esse que vc se interessou, de Werther, tem uma importância literária muito grande, a propósito!
      Obg por comentar! Um beijo!

      Excluir
  2. Quase todos os livros que leio são sobre o mundo de mãe, bebês hehehe tenho uma bebê de 1 ano e meio ai ja viu ne? Mas já ouvi falar em todos os citados, beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho filhos, mas entendo um pouco do que vc disse, parece que tudo que a gente vê remete à nossa situação! haha Mas se puder, procure por esses livros! Um beijos!

      Excluir
  3. Edward Norton já foi seu crush tbm? Que conhecidencia :3 nunca li nenhum dos livros :\ já li uns pedaços da Biblia sauhsiaushaiushaiuhsiuahs só siuha blog lindo!

    peixinhos!
    talodemaca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabbe, siim *-* O Ed, o Mark Ruffalo e qualquer um que já tenha encarnado o Hulk ou pareça inteligente! kkkk Uma vez meu amigo disse que ia começar a ler a Bíblia pelo Apocalipse =O que bom que curtiu o blog! Um beijo!

      Excluir
  4. A forma como você falou desse livro Os sofrimentos do jovem, sério, preciso lê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabelle, é mais ou menos assim: Werther = sonho de pessoa! haha Se vc lê, vc não se arrepende! Um beijo!

      Excluir
  5. Deborah, eu amo também Tim Burton. Tava louca pra ir na exposição! *-* queria muito ler também O Clube da Luta, parece um ótimo livro, quando tiver oportunidade quero lê-lo! Amei tuas indicações de livro! Bíblia, melhor livro né não *-* E o poder dos quietos, quer ler também, é bom? ^^

    Beijinhos
    Sarah =3
    http://pequenomundodesarah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sarah, hj em dia se a pessoa quiser me conquistar vai ter que me levar pra exposição kkkkkkkk Quanto ao Clube, foi uma das melhores experiências literárias que tive, é o tipo de livro que ou te tira da tua zona de conforto e te bota pra pensar ou então já era! E a Bíblia, se a pessoa realmente dá valor, as qualidades que ela aprende lendo-a ficam evidentes! E o Quiet é muito bom, sim! Se vc gosta de ler sobre comportamento e autoconhecimento, é super válida a leitura! Um beijo!!

      Excluir
  6. dari um dos meus rins (tá, exagerei :b) para poder ir na exposição do Tim Burton :( sou fã dele de carteirinha! mas aqui onde eu moro, é provável que não venha :b
    sobre os livros que mudaram a minha vida, não consigo pensar em nenhum outro que não seja "Alice no país das Maravilhas" <3 é meu favorito e me deu uma visão completamente maravilhosa e diferente (um pouco psicodélica também) de tudo! *--*
    beijos :*
    http://memorialices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luh, desde que fiquei sabendo dessa exposição fiquei lamentando estar desempregada kkkkk o Tim é um cara "impossível" e eu amo demais o trabalho dele! O livro de Lewis Carroll também tem um lugar especial no meu coração, e realmente, nunca conheci uma pessoa que não teve sua vida alterada de algum modo depois qe o leu ou viu as adaptações! Um beijo!

      Excluir
  7. QUE POST MARAVILHOSO! Adorei! Você escreve super bem e fiquei super curioso e com vontade de ler estes livros! 💚

    www.somenteonecessario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Herick, obg pela visita!! Todos esses livros são altamente recomendáveis, vc não vai se arrepender de ler não! Um beijo!

      Excluir
  8. Super recomendo o livro O Castelo de Vidro, ele muda a nossa vida de uma forma que não da pra explicar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, tava vendo aqui a sinopse desse livro e acho que vou mesmo curtir (parece até um pouco com a minha situação, exceto pelo fato de eu não ser jornalista nem famosa hahaha)! Um beijo!

      Excluir
  9. Que post mara! Com certeza vou ver se acho algum desses livros para eu ler *-*

    www.lekamundi.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leka, procura sim que tu não vai se arrepender =D

      Excluir
  10. Isto ai garota, organização e planejamento, desejo a você nos próximos meses kkkkk e olhe que o mês de fevereiro é o menor mês, mas sei que se organizará para os cumprimentos dos próximos meses. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus te ouça, Ana Paula! A gente já tá em abril e eu ainda tô na luta kkkkkk Um beijo!

      Excluir
  11. Fiquei com muita vontade de ir nessa exposição do Tim Burton, mas não tive condições de ir. Ficava muito caro pra mim e apertado por causa da faculdade, mas acompanhei tudo pela internet.
    Quanto aos livros só conheço a Bíblia mesmo e não li toda ainda. Costumo abrir e ler uma página aleatoriamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ih, tô na mesma situação Lívia, como é triste ser fã sem dinheiro kkkk
      eu já vi gente que faz assim como vc, abre a Bíblia e lê a primeira página aberta (nunca tentei, fui lendo em ordem cronológica mesmo)
      Um beijo!

      Excluir
  12. Amei o post, ficou muito bem feito e sua escrita é ótima! Seu blog é maravilhoso e tem muito futuro, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentários assim deixam qualquer blogueiro nas nuvens, xará *-* que bom que vc curtiu! Um beijo!

      Excluir
  13. Gostei da sua indicação! Tenho o poder dos quietos e só não faço resenha porque ainda não terminei de ler, mas o pouco que li estou gostando muito!
    Fiquei curiosa para ver o seu último indicado: Os sofrimentos do jovem Werther (Goethe).
    Um que indico de olhos fechados é O diário de Anne Frank, não porque é "famoso" e sim porque no decorrer do livro você percebe que tem que valorizar o que tem, ainda mais nos dias atuais.

    www.universopraticofeminino.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro da Susan não podia ter saído em melhor hora, né? <3 Quando acabei a leitura, fiquei tipo "Já??". É tudo tão bem pesquisado, bem organizado, que vc não tem como não amar! Esse livro do Goethe é um clássico da literatura alemã, recomendo muito! Eu não coloquei o Diário de Anne Frank na minha meta de leitura, mas pretendo ler ele sim, obg por mencioná-lo!
      Um beijo!

      Excluir

Postar um comentário

Essa é a box de comentários do A L L M I N E !

Allons-Y pra quem tem algo legal pra falar e não quer saber de disqus ou verificação de palavras! A box é do próprio Blogger, mas tá liberada pra todo mundo! Também, quem leu com atenção e tem alguma ressalva, elogio, experiência bacana pra contar e qualquer outra coisa que acrescente ao assunto do post ou tem alguma dúvida sobre o que foi falado, pois eu modero e respondo todos os comentários. Pra saber quando seu comentário foi aprovado, marque a opção “Notifique-me”!

Agora, Bye Bye Beautiful pra vc que só aparece pra jogar link e sair correndo, vem spamar, sai por aí carimbando “Amei!” e “Adorei!” mas não diz nada que acrescente ao post, é a (o) louca (o) do “Segui, segue de volta?” ou é troll e vem aqui ofender, vomitar preconceitos e perturbar os outros leitores com suas artes malignas. Volte para a sombra!

Leram essa semana