5 H E A R T S: If I was a mermaid




Olá, amigos, como estão? =)

Os últimos dias foram do tipo “mil coisas girando na cabeça e nada de botar isso pra fora”. Mais do que trabalhando em conteúdo, passei o tempo pensando em nos projetos que já comecei a por em prática aqui, e outras coisas que gostaria de fazer, mas como os meus próximos dias estão um tanto enevoados pra mim, não sei quando vou (ou se vou) poder trazer pro blog as coisas que gostaria. Ainda tá tudo tão confuso que não consigo nem dizer em detalhes que tipo de projetos/posts/texto estou falando. I’m sorry.

O que posso dizer é que os posts do blog não são a única coisa a que me dedico em questão de escrita, e eu sou do tipo de pessoa que só consegue se foca em um projeto de cada vez, por isso quando estou escrevendo aqui costumo dar uma pausa em contos, romances, rascunhos, fics ou qualquer outra coisa que eu esteja fazendo “do lado de fora”, e quando estou escrevendo “lá fora”, acabo não pensando no que vou colocar no próximo post. Assim, comecei a pensar se seria uma boa ideia juntar as duas coisas. Talvez seja, principalmente como um incentivo pra não abandonar os trabalhos literários (tem uma coleção só deles aqui no pc, oh God!). A única coisa que preciso saber é se terei o tempo necessário pra isso daqui pra frente.

Mas pra não ficar a semana em branco até sexta (vai ter post novo nesse dia, sim \o/), resolvi trazer o segundo post do 5 h e a r t s, com um tema parecido com o primeiro (sevc não viu, clica aqui).



“Desde que consigo me lembrar, minha ligação com a água é estranha, a ponto de não saber se é negativa ou positiva. Sempre acreditei que fosse um meio termo entre essas duas coisas. Mas não só de água viviam os meus sonhos: as sereias também estavam por lá. Não sou adepta da lógica seapunk com sua visão pouco amigável sobre essas criaturas. Antes, sempre as pensei como símbolos pessoais de coragem e como a ponte que precisava construir entre aquilo que me impressiona e assusta (Andersen é realmente meu herói nos contos de fada). Quando criança, imaginava que se fosse uma sereia não teria receio de entrar em águas profundas nem de colocar a cabeça embaixo d’água, como acontece hoje. Não sei dizer quantas crianças têm ou já tiveram fantasia semelhante, mas seria consolador saber que não estou sozinha nisso.”


















E essas são as fotografias de hj ^^

Espero que tenham gostado, especialmente no caso de quem é apaixonado por sereias e quaisquer elementos ligados à água, e eu também gostaria de saber que outras criaturas mitológicas vcs admiram e pq ^^


Um beijo e até o próximo post! =)



Comentários

Leram essa semana