Música: As paixões das últimas semanas




Oi, amigos, como estão? Espero que estejam bem =)

E como disse que faria no post anterior, aqui estão os discos mais ouvidos por mim nos últimos tempos. Já falei brevemente sobre alguns desses artistas aqui, mas acho que não foi o bastante (claro que não u.u)

Vcs vão ver que entre os mais conhecidos aparecem alguns bem underground, que foram resultado de minhas andanças atrás de coisas novas pra acrescentar às playlists, coisa que nunca me arrependo de fazer. Algumas vezes fico decepcionada, claro, mas na maioria das vezes procurar por música nova é tão gratificante que quando vou ver, aquele EP ou aquela canção isolada está me acompanhando há anos <3

Outra coisa esquisita que acontece comigo é que acabo separando músicas/discos/artistas em grupos, e de tempos em tempos passeio de grupo em grupo dependendo de meu estado mental/emocional/espiritual, por isso tanto faz se hj estou escutando Metallica (como de fato estou enquanto escrevo esse post) e amanhã Deadmau5.

Pq música é bom, e mistura é tmb, e somar coisas legais à sua biblioteca sonora é mais ainda =D



Pois bem, a lista:



Waxahatchee – Ivy Tripp

Não precisei pensar muito pra escolher quem seria o primeiro da lista, pq nas últimas semanas o Waxahatchee tem sido minha maior paixão em termos musicais. E o responsável por esse amor todo é o mais recente trabalho deles, o Ivy Tripp. Sério, ouçam e deem uma olhada naquelas letras. Eles conseguiram fazer uma mistura de folk e rock maravilhosa que lhe dá aquela sensação de passear num parque ou bosque ao pôr do sol. As músicas breves e envolventes não deixam vc perceber o tempo passar e, a meu ver, é o único defeito ali: quando vc menos espera, já acabou.







Florence + the Machine – How Big, How Blue, How Beautiful


Confesso que enquanto aguardava esse disco sair, achei que jamais iria gostar dele tanto quanto gostei do Lungs e do Ceremonials. Fiquei pensando (como muita gente, com certeza) “Mas como assim, uma Florence fora dos contos de fada?” Sim, foi meio assustador encontrar aquela capa minimalista com a foto em preto e branco e baixa iluminação da Florence (aparentemente) com pouca maquiagem e numa pose relaxada e um tanto sombria. Mas como a Florence + the Machine é uma das minhas bandas preferidas, senti que tinha de dar uma chance a esse novo trabalho. Não me arrependi: as letras bem estruturadas, sensíveis e apaixonadas estavam lá, bem como o vozeirão que amo. Ele é bem distante do que a gente tá acostumado a ouvir, com aquele ar moderno e realista, mas acabou se tornando uma das melhores experiências com música que tive esse ano.






Lana Del Rey – Honeymoon

Acho que não tenho tanto pra falar sobre esse novo disco da Lana, pq já fiz isso no post anterior. Toda vez que procuro algo pra ouvir, ele é minha primeira opção, ainda que nem sempre seja a escolha final. A própria Lana disse que não era pra ser um álbum “inovador”, mas acho que tenha algo nele que seja distinto dos outros, sim, ainda que eu não saiba explicar o que é. Escrever ao som lento, doce e triste de Honeymoon tem sido ótimo, também.







Salvia Palth – Melanchole


O Salvia Palth foi um projeto de post rock e música experimental que achei por acaso no perfil de uma amiga na Last FM. Resolvi escutar e gostei muito. Fazendo jus ao nome do disco, o som é bem melancólico e suave, e os vocais são lentos e um tanto enevoados. Infelizmente o projeto acabou, mas encontrei o Melanchole completo no Youtube. Vale a pena ouvir, sério.






Melanie Martinez – Dollhouse EP


A Melanie ainda é nova, e quem não a escutou com certeza já viu fotos dela por aí, com seus visuais alternativos fofos e o cabelo bicolor (ou multicolor em algumas fotos). Como eu tmb estava naquela fase de dar uma chance a sons novos, resolvi procurar músicas dela e encontrei o EP Dollhouse, do ano passado. E achei muito bom! O trabalho (assim como o disco Crybaby, que ainda não ouvi inteiro) tem uma sonoridade pop divertida e envolvente, e pelo pouco que absorvi, percebi que as letras tmb são boas. Já vi comparações com a Marina and the Diamonds, e embora o som tenha alguma semelhança não acho necessário tentar dizer quem é melhor do que quem.






Dum Dum Girls – Too True


Esse disco é de 2014. Até então nunca tinha ouvido falar dessa banda (shame on me), mas foi uma escolha muito boa ter decidido ouvir. As Dum Dum Girls conseguem misturar rock e pop de um jeito animado e sensual com boas letras, e eu que gosto de quase tudo que lembra os anos 80 aprovei na primeira vez que ouvi. Até hj minha preferida desse álbum é Rimbaud Eyes, só que não existe uma única canção que vc diga ser chata. O trabalho inteiro é bom. Recentemente procurei pelos outros discos, e ainda estou em experiência com eles, mas já percebi que vou gostar tanto quanto desse aqui.






Arkives A.K.A. Arkivist – Kan Kick Showcase Volume 2


Quando quero algo extremamente diferente para ouvir, além de música experimental também gosto de procurar por hip hop, pq é um gênero do qual eu cresci muito longe. No geral a realidade de quem faz/escuta hip hop é bem distinta da minha, mas é justamente isso que me atrai a alguns artistas do estilo. Como já gosto bastante do Endtroducing... do DJ Shadow e do Black Sunday do Cypress Hill, também gostei desse aqui. As músicas são um pouco mais lentas do que as desse disco do Cypress e não têm tanta variação sonora quanto as do CD do Shadow, mas podem agradar a quem curte esses dois.






Nooon. – Salient EP

A sonoridade desse projeto que encontrei numa página do Facebook sobre música underground é tão delicada quanto a arte da capa, e se vc pudesse enxergar os sons (algumas pessoas conseguem *-*), certamente eles se pareceriam com a imagem acima (aliás, não sei quem é que assina a capa, mas foi só por causa dela que resolvi escutar esse EP). São só 4 músicas, não muito longas, com um instrumental lento e baixo como a consciência. É o tipo de música para as horas silenciosas do dia, como quando vc acorda, ou à tarde na hora do café ^^


E é isso, pq eu não quero prolongar mais esse post, mas tem outras coisas que talvez formem uma playlist depois pra eu postar aqui.


Espero que tenham gostado, e lembrem-se:






Um beijo e até o próximo post! =)



Comentários

Leram essa semana