Microconto: Dia cinzento




Oi, amigos, como estão? Espero que estejam bem =)

Uma das coisas que sempre me ajuda quando tô afim de escrever seja lá o que for é a música. E dessa vez não foi diferente. esse aqui é um conto pequeno que escrevi enquanto escutava Low Roar.


Dia cinzento. Vento cortante fora do apartamento. Terceiro andar, mas a neblina impedia de ver o chão, e o que havia à frente. Havia uma velha poltrona encostada na janela, e uma mesinha com livros em cima. Era um bom quarto aquele, e a mesinha dos livros era o melhor de tudo.

Ele estava ali sentado, ainda de pijamas, tinha um livro na mão. Os olhos azuis ora fitavam as páginas, ora o cinza lá fora. Havia faltado ao trabalho, mas nem se preocupou em pedir atestado médico. Tampouco pensava no dinheiro que perderia. E por que deveria? Ninguém acha que ele fala sério quando diz que suas últimas crises de depressão têm sido severas.

Sorte a dele ter se casado com aquela garota dois anos antes. Era dez anos mais nova, mas via coisas como ninguém. Era ela que o mantinha vivo durante as semanas escuras, como ele chamava os períodos de crise.

E ali estava ela, parada na porta, a cabeça apoiada no batente, observando-o. Naquele dia havia ficado em casa por causa dele, mas não se arrependia. Fizera isso tantas vezes que nem pensava no assunto. Ficava e pronto.

Ele deu um meio sorriso ao vê-la, mas o sorriso logo se desfez. Ambos sabiam que se ele insistisse viriam as primeiras lágrimas, e ele não estava a fim de chorar, não naquela manhã.

Ela entrou no quarto e foi até ele. Ele fechou o livro e o pôs de volta na mesinha para pegá-la no colo. Ela ainda estava de pijama, mas um de verão. Ela tinha a pele pálida e eriçada do frio. Era engraçado ver aquela cintura fina e delicada envolvida por braços tão compridos.

Ela tinha os seus braços em volta do pescoço dele.

De repente ela disse:

- Tem café. Quer que eu traga?

- Não, obrigado. Não agora.

A garota deu-lhe um beijo na têmpora.

- Não sente frio?

Ele a apertou mais para junto de si.

- Não. Por enquanto não.


E essa aqui é precisamente a música que me inspirou <3

Low Roar - Help (do álbum homônimo de 2011) 







E esse é o conto ^^ Espero que tenham gostado ou que pelo menos tenham curtido a música


Um beijo e até o próximo post! =)

Image Map



Comentários

Leram essa semana